96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 03/07/2020

Carta aberta à população cuiabana

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O vice-prefeito de Cuiabá publicou uma carta aberta não concordando com a atual gestão de Emanuel Pinheiro. 


Confira a carta na intégra: 


Em um momento tão delicado como o que estamos enfrentando, fico sabendo pelo Diario Oficial e não por alguem da “Gestão Humanizada”, que os meus colaboradores, servidores eficientes e competentes da vice-prefeitura, foram exonerados da noite pro dia. Não houve humanização ou sequer considerção com pessoas que se dedicaram pelo município, que muitas vezes estavam aos finais de semana e a noite trabalhando para ajudar na gestão e tentar ao máximo fazer o melhor por Cuiaba.


Desde o início da gestão fui duramente punido por ser um vice-prefeito ativo. De alguma maneira se sentiam incomodados, ou pela minha atuação, ou por minhas opiniões divergentes. Eles se esqueceram que fui eleito junto ao prefeito e portanto tinha que trabalhar sim. Nunca quis um gabinete de enfeite, nunca quis servidores fantasmas. Talvez pela minha visão diferente de como fazer politica, de acreditar nas mudanças verdadeiras, de não aceitar a corrupção e de sonhar com dias melhores eu tenha errado. Um erro que me orgulho em dizer que foi uma convicção de que foi o melhor erro da minha vida. Não compactuar com atitudes que ferem a moral e a ética. Não manchar minha honra e dignidade. Nunca me vendi e não seria diferente agora. Cumpri aquilo que me cabia como vice-prefeito também eleito pelo povo, tentei ao máximo não desestabilizar a gestão, mesmo sofrendo ataques diarios. Os corredores do Alencastro nunca pouparam a mim, ou a minha equipe de sofrer com retaliações. Mesmo assim resistimos e nos demos as maõs, nosso pequeno grupo, porque sabiamos que Cuiaba merecia muito mais do que estava recebendo.


Faço este desabafo com um sentimento de indignação, de decepção e também certa frustração. Não vou mudar a minha forma de caminhar, não mudarei a minha jornada, por pessoas que não estão “trabalhando e cuidando da gente”. A gestão continuará com um vice-prefeito sim, pois fui eleito e em respeito aos que sempre acreditaram em mim e no caráter não vou “pedir para sair”. Em respeito ao grupo de servidores do meu gabinete injustamente exonerados eu também ficarei onde estou. Cuiabá, um filho teu não foge a luta! Podem tirar bons soldados do campo, mas ainda sim eu estarei ali resistindo porque acredito em justiça. E se a do homem falhar, a de Deus jamais falha.

FONTE: Niuan Ribeiro