96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 28/04/2022

Saúde do solo e economia no uso de fertilizantes serão abordados pela Embrapa em dia de campo em Sinop

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

No momento em que o preço e disponibilidade de fertilizantes preocupam o produtor rural, alternativas para melhor uso dos nutrientes fundamentais. Esse tema será um dos destaques do 11º Dia de Campo sobre Sistemas Integrados de Produção Agropecuária que Embrapa e Senar-MT promoverão nos dias 5 e 6 de maio em Sinop, a partir das 7h30.


O evento está retornando ao formato presencial após uma edição on-line em 2020 e não ter sido realizado em 2021. Com foco em pequenos, médios e grandes produtores, em consultores técnicos e extensionistas, profissionais ligados ao setor agropecuário e estudantes, o dia de campo vai abordar, entre outros temas, a saúde do solo, a atuação de consórcios na fertilidade do solo e a economia de fertilizantes com a ciclo de nutrientes.


Em uma análise das estações principais, pesquisadora da Embrapa Cerrados Ieda Mendes falará sobre a tecnologia de bio do solo BioAS. Ieda é uma das responsáveis pelo desenvolvimento desta técnica de análise da saúde do solo por meio da verificação da atividade enzimática dos microrganismos. Além de mostrar como o BioAS auxiliar o produtor a fazer o diagnóstico de seu solo, ao lado de ela apresentará Cândido, do laboratório credenciado Solos e Plantas, dados gerais Repare das já feitas na região-norte de Mato Grosso.


A fertilidade do solo será o tema da estação quatro, onde os professores da UFMT-campus Sinop Onã Freddi e Arthur Behling trarão resultados de avaliações feitas com diferentes consórcios usados em segunda safra. Entre os dados expostos estarão os efeitos na fertilidade do solo e a economia que o produtor pode ter com o serviço ecossistêmico de ciclagem de nutrientes que é feito por algumas espécies usadas nesses consórcios. Os resultados são frutos de quatro anos de pesquisas realizadas em parceria com a Embrapa.


Além desses temas, o dia de campo terá em sua programação principais resultados da lavoura e da pecuária em sistemas de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF). Na lavoura o destaques serão dados sobre a produtividade de grãos conforme sistemas e manejo de copa das árvores. Na pecuária, os destaques são resultados de pesquisas sobre a precocidade sexual de novilhas nelore em sistemas integrados. Os pesquisadores Ciro Magalhães e Luciano Lopes serão os responsáveis pelas apresentações.


Haverá ainda uma estação de trabalho definida para aragicultura, com apresentações sobre Capiaçu, sucessos de proteção de leite confinadas à pele e também com grande interesse por terminação ou semi-confinamento. Outra novidade é a nova cultivar de braquiária ruziziensis, BRS Integra, que acaba de ser lançada pela Embrapa. As apresentações serão feitas pelo analista da Embrapa Orlando Oliveira Júnior e pelo extensionista da Empaer Antônio Paulo Barros.


Em outra operação, resultados para uma agricultura familiar, serão mostrados do projeto Gaia. Coordenado pela UFMT em parceria com a Embrapa Agrossilvipastoril, o projeto trabalha a agricultura de base junto a produtores rurais assentados e ecológicos na região de Sinop. A biodiversidade funcional dos sistemas agroflorestais, muito usados pelo projeto Gaia, também sua vez na apresentação.


As inscrições para o dia de campo são gratuitas e podem ser feitas de forma antecipada no site www.embrapa.br/agrosilvipastoril. No momento da inscrição a pessoa deve escolher se preferir participar na quinta-feira, dia 5, ou na sexta, dia 6. Caso queira, pode nos participar dois dias, porém a programação se repete.

FONTE: Assessoria