96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
2 semanas atrás - 04/06/2024

Posse de 51 novos Agentes Comunitários de Saúde será hoje em Sinop

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

Hoje (04), a partir das 19h, a Prefeitura de Sinop vai realizar a solenidade de posse de 51 novos Agentes Comunitários de Saúde (ACS). Este evento marca a primeira contratação de ACS após 12 anos, desde 2012, representando um marco na melhoria dos serviços da atenção primária e no mapeamento dos pontos que necessitam maior atenção no município, além da identificação das famílias em situação de vulnerabilidade, que necessitam de maior suporte na área da saúde. A cerimônia será na Câmara Municipal de Vereadores. 


O processo seletivo envolveu inicialmente a convocação de 81 candidatos. Esses candidatos passaram por uma rigorosa checagem de endereço, necessária para garantir que moravam na área de abrangência, e participaram de um curso de formação inicial de 40 horas. Após esses procedimentos, 30 candidatos foram considerados inaptos, restando 51 que serão empossados.Nos próximos dias, uma segunda convocação será realizada para selecionar mais 30 candidatos, completando o quadro de ACS.  Atualmente, o município conta com 110 Agentes Comunitários de Saúde. Com a posse dos novos agentes, esse número aumentará para 161 de forma imediata e 191, assim que os demais forem convocados, fortalecendo a atenção primária na saúde pública local.


"A atenção primária é realizada pelos agentes comunitários de saúde em conjunto com a equipe de estratégia da família. O ACS é o servidor que adentra as casas e cadastra as pessoas em situação de maior vulnerabilidade, para que possamos ter acesso a esses dados. O trabalho deles é extremamente importante. Com eles nas ruas, vamos conseguir mapear melhor a cidade e identificar onde há maior vulnerabilidade. Quando falamos em vulnerabilidade, estamos nos referindo aos acamados, hipertensos, diabéticos e pessoas com doenças crônicas que precisam de acompanhamento mais cuidadoso," destacou Mara Meyer, diretora da atenção primária.

FONTE: Assessoria