96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 28/09/2021

Pamella Holanda reclama de demora da Justiça do Ceará

Na noite da última segunda-feira (28/09), Pamella Holanda utilizou as redes sociais para apelar à Justiça do Ceará que defira sua ação de alimentos. A resposta da Justiça tinha um prazo de 48 horas, de acordo com o caráter de urgência, no entanto, o caso segue há dois meses sem definição.


Pamella publicou uma série de stories no Instagram implorando que algo seja feito, não só em relação ao seu caso, como a todos os outros que parecem estar estagnados. “Eu quero pedir que o Judiciário ande, caminhe pra frente”, disse.


Ao pedido de medida protetiva de urgência de julho, também foram anexados provisórios, que não são pensões, mas, neste caso, os valores referentes à alimentação de Mel, filha de Pamella e DJ Ivis. A vítima ainda afirmou que tem como se sustentar, mas que está cobrando somente os direitos da filha.


Ainda de acordo com a influenciadora, sua advogada não consegue entrar em contato com o fórum responsável pelo caso. Devido à pandemia da Covid-19, todo o trabalho do judiciário está sendo feito remotamente, inclusive o atendimento, que é realizado por uma ferramenta chamada de Balcão Virtual. É necessário que a pessoa agende um horário para ser atendida neste balcão, mas mesmo assim a advogada de Pamella ainda não obteve resposta sobre a atualização do caso.


Eu quero essa resposta”, diz Pamella, num dos vídeos, marcando o perfil da OAB do Ceará. Ela ainda pergunta onde estão todas as pessoas que diziam estar ao lado dela, mas que agora desapareceram do radar. “Eu não tô pedindo nada, é obrigação dele. Aliás, eu não estou pedindo, não tenho o que pedir, a Justiça me garante! Só tô cobrando que resolvam, é uma coisa mínima, já tem dois meses!”, protestou.

FONTE: Leo Dias