96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 semana atrás - 06/09/2021

Com queda frequente de energia, moradores reclamam de desabastecimento diário em Sinop

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

 


Moradores de pelo menos três bairros de Sinop, têm reclamado sobre a falta frequente de energia. São eles, Paraíso, Belo Horizonte e Jardim Maringá.


Conforme denúncias que chegaram até a nossa equipe de jornalismo, todos os dias está havendo o desabastecimento por parte da Energisa, especificamente no horário das 22h até mais ou menos as 03h, como conta a ouvinte Aparecida de Mello.


Essa falta de energia e oscilação sempre aconteceu no bairro. Mas agora está bem mais frequente. Desde o dia 24 de agosto, começou a cair a energia. Nos outros dias está oscilando bastante. Vai e volta a todo momento, já abrimos solicitações e eles dão sempre a mesma desculpa. Que não tem problema no bairro, que vai mandar a equipe e nunca é resolvido.”, contou.


Ainda segundo a moradora, o problema já é corriqueiro e acontece todos os anos.


Sobre esse assunto, procuramos a Energisa e em justificativa, o coordenador de operação, Herson Gomes, explicou que são picos de energia, onde ocorre porque os consumidores, não informam devidamente a quantidade de aparelhos elétricos existem na residência.


Nós enviamos uma equipe especializada com objetivo de reparar em definitivo qualquer que tenha. Então identificamos que teve um pico de consumo muito elevado nesta localidade, com isso muitos moradores, acabam efetuando a instalação de novos equipamentos como ar condicionado, geladeiras mais potentes, caso tenha qualquer tipo de alteração de carga na residência que façam por tanto a informação para a concessionária.”, explicou


Mas devido as denúncias serem originadas em bairros antigos na cidade, questionamos o diretor do Procon em Sinop, Vilson Barozzi, que reforçou ser uma situação válida para novos bairros.


Essa justificativa de que há um consumo excessivo nos bairros, não bate muito com a origem dos bairros. Então já teria que ter feito esse ajuste, conforme vai tendo essas reclamações e ajustando. Mas os consumidores precisam vir até o Procon fazer as reclamações se não, nós não temos subsídio para chegar lá e cobrar essa situação.”, explicou.


Até o momento, nesses nove meses do ano, o Procon soma 87 reclamações somente contra a Energisa, sendo que em 2020, o departamento registrou 230. Na comparação, mesmo com o baixo número de reclamações registradas, nenhuma das 87 tem a ver com as denúncias de falta de energia nos bairros que mencionamos. Com isso, o diretor reforça que é preciso fazer a reclamação no órgão de defesa.


Ligue pra gente, para termos conhecimento dessas situações. Porque muitas das vezes fica nas redes sociais, e Facebook não é Procon. O Procon, é algo muito mais relevante que trabalha em defesa do consumidor.”, reforçou.


O Procon em Sinop, funciona das 07h as 13h, na rua das Aroeiras, 1.116 no setor comercial.

FONTE: Lívia Kriukas / Redação Meridional Notícias