96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 05/11/2021

Prestes a completar 70 anos, novelas ganham novo fôlego no streaming

FOTO: Reprodução
FOTO: Reprodução

Quando os diretores da extinta TV Tupi puseram no ar o primeiro capítulo de Sua Vida Me Pertence, em 21 de dezembro de 1951, talvez não pudessem imaginar a importância do que estavam criando. Passados 70 anos, a novela segue como o principal produto da televisão aberta no país e dá sinais de renovação com a chegada das plataformas de streaming.


Recentemente, a HBO Max anunciou a contratação de Silvio de Abreu, um dos mais respeitados autores de novelas do país. Responsável por sucessos como Guerra dos Sexos (1983), Rainha da Sucata (1990), A Próxima Vítima (1995) e Belíssima (2005), Silvio será o responsável pelo desenvolvimento do que a plataforma vem chamando de telesséries. Apesar do novo nome, as produções devem oferecer aos assinantes uma hibrido das séries e da boa e velha telenovela. No novo formato, as tramas seriam condensadas em menos capítulos, trazendo para o gênero o dinamismo e agilidade consagrados nas séries.


A redução do número de capítulos era uma reivindicação antiga dos autores responsáveis pela criação das tramas exibidas na TV. Segundo eles, seria impossível manter o frescor e o ritmo de uma narrativa ao longo de intermináveis 200 capítulos. Com a ampliação da oferta das séries pelas plataformas de streaming e a consequente popularização de histórias contadas em temporadas de até 10 episódios, a setentona telenovela parece ter precisado se adaptar aos novos tempos.


O próprio Silvio de Abreu, ainda no comando da dramaturgia da TV Globo, tomou decisão em favor das produções mais curtas. Na época, o então diretor global determinou que as produções passariam a ter, no máximo, 161 capítulos. Bem menos, por exemplo, que os 216 escritos por Benedito Ruy Barbosa em Pantanal (1990), que está prestes a voltar ao ar em remake produzido pela Globo.


Verdades Secretas 2, primeira trama global produzida para o streaming, já está adaptada aos novos tempos. Os capítulos vêm sendo oferecidos ao público em lotes de 10. E a resposta não poderia ser melhor: a sequência da saga da modelo Angel vem batendo recordes de horas assistidas no Globoplay e tem trazido novos assinantes para a plataforma, que já estuda a produção de novas tramas curtas.


Ao longo destes quase 70 anos, inúmeros críticos anunciaram que as novelas estavam a um passo da extinção. As notícias mais recentes, no entanto, atestam que ainda veremos muitos capítulos da história de amor entre os telespectadores brasileiros e esse formato. Talvez, com ajustes aqui e ali, é verdade, mas sem deixar de ser a boa e velha novela.

FONTE: Leo Dias