96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
4 semanas atrás - 09/11/2021

Legislativo aprova e processo seletivo será realizado pela Prefeitura para contratação de mais 89 profissionais da saúde

FOTO: Lívia Kriukas
FOTO: Lívia Kriukas


Por unanimidade, ontem na sessão da Câmara Municipal, os vereadores votaram a favor do projeto de lei do executivo, para abertura de mais um processo seletivo simplificado. Neste, serão 89 vagas para área da saúde e os contratos terão duração de seis meses, podendo ser prorrogados por mais seis meses. Ainda não há previsão de abertura.


Na distribuição, são dez vagas para médico clínico geral, oito enfermeiros, quatro para cirurgião dentista, quatro fisioterapeutas, quatro psicólogos e um psicopedagogo.


Ainda haverá três oportunidades para farmacêuticos/bioquímicos, duas terapeutas ocupacionais, 30 técnicos em enfermagem, um técnico em prótese dentária, 22 agentes de serviços em saúde, e outras quatro vagas para auxiliar de consultório dentário. As remunerações são conforme a função e carga horária, mas tem salário que chega até R$ 25,8 mil.


A previsão é que em seis meses, o executivo desembolse mais de R$ 3,4 milhões com as contratações. De acordo com o projeto de lei, a contratação tem o objetivo de suprir a demanda existente em decorrência de afastamentos de servidores pertencentes aos grupos de risco da covid, exonerações, aposentadorias, dentre outras licenças médicas prolongadas.


O processo seletivo será realizado por meio de prova em ampla concorrência, de acordo com a emenda do vereador Ademir Debortoli aprovada para substituir o artigo de análise de currículo, para que as contratações sejam efetuadas por meio da aplicação de provas.


Os profissionais contratados trabalharão no Centro de Atendimento Psicossocial, Centro de Especialidades Médicas, Centro Especializado em Reabilitação, Serviço de Atendimento Especializado, Unidade de Coleta e Transfusão, Centro de Referência e Assistência à Saúde da Mulher, Central de Assistência Farmacêutica, Centro Integrado de Atendimento, Centro Municipal de Regulação, Hanseníase e Tuberculose, Centro Especializado de Odontologia, além de UBSs.


Diante da não homologação do concurso público, realizado no final do ano passado, cerca de 20 pessoas aprovadas no certame, estiveram na sessão da última sexta-feira, com cartazes, faixas e segurando cabides, relacionando os órgãos públicos à cabides de empregos.


Vale reforçar que o poder de decisão para a homologação do concurso público realizado na gestão passada, só depende do prefeito Roberto Dorner, que recentemente havia confirmado em conversa informal com os aprovados, que homologaria em janeiro de 2022. Porém, o gestor, insiste em que à irregularidades no processo, mesmo com a analise favorável do Ministério Público e da 6ª Vara Cível.

FONTE: Lívia Kriukas