96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 semana atrás - 09/09/2021

Linfoterapia pode tratar edemas e atenuar consideravelmente as dores da fibromialgia

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), cinco, em cada 100 pessoas, têm fibromialgia no Brasil. A enfermidade provoca dores sistêmicas pelo corpo inteiro, além de formigamentos, queimações, entre outros sintomas.


Normalmente, a mialgia é tratada com medicamentos, além de uma série de mudanças posturais e tratamentos alternativos, entre eles está a linfoferapia, isto é, drenagem linfática para fins clínicos.


O bioengenheiro e linfoterapeuta Daniel Zucchi ressalta dois pontos importantes que podem amplificar as dores, “as dores da fibromialgia levam os pacientes a não se moverem e, por conta disso, coopera para a formação de edemas, o que pode amplificar a dor”.


Na opinião do especialista, os edemas, provocados pela falta de movimentos, acabam pressionando ainda mais os tecidos e isso duplica o incômodo. “A drenagem linfática tem como objetivo, neste caso, tratar os edemas, além de provocar um efeito de relaxamento, o que pode atenuar substancialmente as dores”, defende Zucchi.

FONTE: Contato Comunicação