96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 29/11/2021

Cantor agredido durante show desabafa: “Vivemos momento de ódio”

FOTO: Reprodução
FOTO: Reprodução

Um vídeo que mostra o cantor Brunno Henrique caindo do palco em que se apresentava, após ser agredido por um homem que o atinge com um forte chute, está repercutindo nesta segunda-feira (29), na internet. Diante de toda a movimentação nas redes sociais, o artista de Goiânia resolveu se pronunciar. Ele contou como aconteceu a confusão e garantiu que está bem. “Apenas com um roxo na perna, logo passa e está tudo beleza”, disse nos Stories do Instragram.


Enquanto se apresentava, no último sábado (27), após a Final da Libertadores entre Flamengo e Palmeiras, em uma casa de shows em Goiânia, Brunno foi surpreendido por um homem que o assistia na plateia. “O vídeo já explica o que aconteceu, mas vou dar os detalhes. Isso aconteceu no sábado. A gente não repercutiu o vídeo, mas agora ele está tomando uma proporção, por isso vim aqui explicar. Muita gente mandando mensagem perguntando se estou bem. Estou bem, com um roxo na perna aqui, mas logo passa e está tudo beleza”, começa o cantor.


E continua: “Aconteceu na Final da Libertadores, em uma casa aqui de Goiânia, inclusive o show foi maravilhoso (…) A gente começou a terceira música, estava cantando Arranhão, do Henrique e Juliano, e um louco, um palmeirense, acreditem (…) Não vou explicar o vídeo, está aí o que ele fez, como ele fez. Caí do palco, não me machuquei, foi só um susto, né? Porque você não está esperando. Inclusive, estava com uma mesa de amigos flamenguistas. Tenho vários amigos flamenguistas, e quem me conhece sabe que brinco com todo mundo, não desrespeito ninguém (…) Entrei no palco e ainda brinquei: “Rapaz, aconteceu algo chato no Uruguai, tem algum flamenguista aí?” E durante todo o show, achei que o cara era flamenguista. Não. O cara é palmeirense e achou que eu tinha zoado o Palmeiras”.


Brunno, apesar de bem, confessa que está aliviado de não ter acontecido algo pior com ele. “Mas, independentemente disso, não é motivo para ele ter feito isso. Não conheço o cara, não sei quem é e nem quero conhecer. O vídeo está tomando uma repercussão grande. Não postamos porque quero ser reconhecido pelo meu trabalho, mas aconteceu. Estou muito bem e bem feliz por não ter acontecido algo mais grave porque (…) Quem reparar no vídeo, na outra mão dele tem uma garrafa. Poderia ter sido algo muito pior. E sei lá se ele tivesse uma faca ou outra coisa. Hoje o vídeo é engraçado, também já ri do vídeo, faço piada de tudo, mas na hora não foi nada engraçado”, ressalta.


Para ele, o mundo vive um momento de ódio hoje em dia. “Que esse cara vá se tratar porque a gente vive momento de ódio. Você sai para cantar, para levar alegria, cantar pras pessoas (…) Depois, quando voltei ao palco, ainda disse: “O próximo flamenguista que estiver bravo avisa para eu poder correr”. Nunca vou parar de brincar. Esse é o meu jeito. Se ele achou ruim, que nunca mais vá me ver cantar”, finaliza.

FONTE: Leo Dias