Fifa escolhe Austrália e Nova Zelândia como sedes da Copa do Mundo Feminina de 2023
96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
2 semanas atrás - 25/06/2020

Fifa escolhe Austrália e Nova Zelândia como sedes da Copa do Mundo Feminina de 2023

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Copa do Mundo Feminina será realizada na Oceania pela primeira vez na história. A Fifa anunciou nesta quinta-feira que Austrália e Nova Zelândia foram escolhidas como sedes do próximo mundial, em 2023, depois de um processo de escolha no qual o Brasil também chegou a participar. A decisão foi divulgada depois de votação entre os membros do conselho da entidade, que se reuniram através de videoconferência.
 


Congratulations @FFA & @NZ_Football!
YOU will host the #FIFAWWC 2023.

¡Felicitaciones, @FFA y @NZ_Football!
Serán ANFITRIONAS de la #FIFAWWC 2023. pic.twitter.com/PaL1PR6HyO


— FIFA Women's World Cup (@FIFAWWC) June 25, 2020 ">Confira a postagem


O placar da votação foi de 22 a 13 a favor da candidatura dos países da Oceania, dentro dos 35 participantes do conselho que participaram da eleição. Membros das principais confederações do mundo, Uefa (Europa) e Conmebol (América do Sul) votaram em bloco na candidatura colombiana, que foi a pior avaliada pelos especialistas no processo. Esta também foi a escolha do presidente da CBF, Fernando Sarney.



As outras organizações - Concacaf (Américas Central e do Norte), CAF (África), AFC (Ásia) e OFC (Oceania) - preferiram Austrália e Nova Zelândia, assim como o presidente Gianni Infantino.



O processo de escolha da sede da próxima Copa do Mundo feminina foi marcado por idas e vindas e a desistência de candidaturas. O Brasil era um dos que pleiteava a organização do torneio, mas optou por sair da disputa depois de a CBF não conseguir garantias por parte do governo federal.


O Japão também resolveu retirar a candidatura de última hora, a três dias da decisão da Fifa, deixando a disputa apenas entre Colômbia e Austrália/Nova Zelândia. Isso ocorreu depois da avaliação das propostas por parte da Fifa.



A candidatura mais bem avaliada foi a conjunta dos países da Oceania, que obteve a pontuação de 4,1, na escala de 1 a 5. O Japão obteve 3,9, e a Colômbia, 2,8. Os candidatos fizeram novas apresentações nesta quinta-feira, antes da votação pelos membros do Conselho da Fifa. O anúncio foi feito ao fim da eleição pelo presidente Gianni Infantino.


The FIFA Council has started voting.
Coming soon, we will announce the #FIFAWWC 2023 host(s) LIVE.

El Consejo de la FIFA ha comenzado el proceso de votación
En breve, anunciaremos EN VIVO la(s) sede(s) de la #FIFAWWC 2023.
https://t.co/54Wy1ZXmsX


— FIFA Women's World Cup (@FIFAWWC) June 25, 2020 ">Vídeo


O histórico de sedes da Copa do Mundo Feminina da Fifa:
 
 


1991 - China
1995 - Suécia
1999 - Estados Unidos
2003 - Estados Unidos
2007 - China
2011 - Alemanha
2015 - Canadá
2019 - França