96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
2 semanas atrás - 07/07/2021

Cobrança da volta das cirurgias eletivas em Sinop, deve fazer parte da pauta de reunião com secretário estadual Gilberto Figueiredo

Secom-MT
Secom-MT


O secretário estadual de saúde, Gilberto Figueiredo está com agenda confirmada para uma reunião da Comissão de Intergestores Bipartite (CIB), nesta sexta-feira (9), a partir das 8h, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Sinop.


A vasta lista de cirurgias eletivas paradas desde o início da pandemia da Covid-19, deve ser um dos assuntos em pauta, conforme menciona o secretário municipal, Valério Gobbato.


Estamos parados com as cirurgias eletivas a praticamente um ano e meio e não tem como deixar um paciente um ano e meio esperando por uma cirurgia. Pode não ser uma urgência e emergência, mas é preciso ser feito e é isso que estamos cobrando tanto a nível de município como a nível de consórcio, para que o governador se sensibilize e volte atrás a fazer as cirurgias eletivas. E aí, vamos cobrar pessoalmente essas cirurgias”, explicou Gobbato.


O encontro reunirá representantes municipais de todo o Estado para debater melhorias no setor da saúde. A vinda de Gilberto Figueiredo, à Sinop, foi confirmada pela assessoria dele para a nossa equipe de jornalismo da Meridional. Gilberto Figueiredo, além de responsável pela pasta no estado, também é presidente do CIB . Sinop então, será sede da primeira reunião descentralizada entre secretários. 


Para quem não sabe, a comissão tem o objetivo de reunir gestores municipais e do estado, para uma melhor articulação e negociação sobre as ações e necessidades da saúde, por meio de políticas públicas para o SUS.


Outro ponto que deve ser debatido na reunião entre os intergestores, é a distribuição da nova remessa de vacinas contra a COVID-19. Nesta semana a comissão divulgou que 26.371 doses das vacinas Astrazenica, Pfizer e Janssen serão encaminhadas para o consórcio Teles Pires. De acordo com Valério, dessa quantia, mais de quatro mil doses vem para Sinop.

FONTE: Lívia Kriukas / Redação Meridional Notícias