96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 11/04/2022

SINOP: Campanha do PreviSinop utiliza cores e palestras para conscientizar sobre prevenção de doenças

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

As noites de Sinop ganharam um colorido especial com a iluminação externa do Instituto de Previdência Social dos Servidores Municipais de Sinop (PreviSinop). O centro da cidade recebeu, nesta sexta-feira (8) o lançamento do projeto “Aquarela Das Luzes”, do PreviSinop, que tem como objetivo chamar atenção dos servidores ativos e aposentados, bem como a sociedade em geral, para as campanhas de conscientização e prevenção de possíveis patologias.


A diretora executiva, Daniela Sevignani, destacou: “As luzes do Projeto Aquarela, vão colorir durante os próximos meses a sede do PreviSinop. Em cada mês teremos uma cor diferente, que despertará a curiosidade sobre assuntos de extrema relevância aos servidores municipais ativos e inativos, assim como, para toda a população sinopense”, informou.


Para iniciar a campanha, o mês de abril é representado pela cor verde, que trata dos assuntos voltados a Segurança e Medicina do Trabalho. Os projetos desenvolvidos por esse setor, são de conscientização da importância do uso dos EPI’S (equipamentos de proteção individual), além de colocar em prática, por meio de treinamentos e palestras orientativas, a prevenção tanto para as doenças, como também para acidentes de trabalho.


A servidora Valquíria Luciene de Souza Carvalho, presidente do Conselho Curador, enfatizou os benefícios que a prevenção traz. “É uma maneira de trabalhar de todas as formas a prevenção, educação no trabalho para que melhore a vida e o bem-estar do servidor. De modo que toda sociedade ganha com isso”, considerou.


O PreviSinop aderiu às campanhas para conscientizar seu público em relação as problemáticas que cada cor representa. A cada mês, um tema será abordado através de palestras desenvolvidas por profissionais que atuam nessas áreas, com o intuito de trazer informação e conhecimento aos servidores ativos e inativos. Um alerta para ficar evidente que existe a possibilidade de se fazer algo pela saúde do servidor, antes que o mesmo seja acometido por tal fatalidade.

FONTE: Assessoria