96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 semana atrás - 08/10/2021

Fim de semana prolongado deve ter queda no fluxo de veículos pesados da BR-163

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

A concessionária que administra a BR-163 prevê que o feriado prolongado de celebração ao Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, comemorado no próximo dia 12, deve ser de queda no tráfego de veículos pesados na rodovia de Mato Grosso. O fluxo de veículos de carga pode cair até 25%, em contrapartida, veículos de passeio devem atingir movimento 21% maior. A previsão de tráfego considera o período do feriado prolongado, iniciando hoje (8), até terça-feira (12). 


A concessionária, estima que o maior salto no fluxo de carros de passeio neste período será hoje, quando a variação pode atingir 21% a mais no movimento, em comparação com o trânsito costumeiro. No mesmo dia, o tráfego de veículos pesados tende a cair 5%.


Amanhã (9), o fluxo de veículos leves na rodovia ainda deve permanecer maior do que em dias de movimento convencional, chegando a 5% de aumento, enquanto os veículos pesados apresentam queda de 15% no tráfego neste dia.


Os dados da Rota do Oeste demonstram que o domingo (10) será o dia de menor movimento da rodovia BR-163/364, com queda no fluxo de caminhões e carretas podendo chegar a 25%. Os carros também apresentam o menor movimento do ‘feriadão’, com circulação 27% menor. Já na segunda, véspera de feriado e na terça-feira, o ritmo começa a voltar ao normal.


Apesar da redução do tráfego de veículos pesados e de carga, os condutores de automóveis que pegarem a estrada para aproveitar os dias de folga devem redobrar a atenção, principalmente por conta do início das chuvas. O gerente de operações, Wilson Ferreira, alerta para que os motoristas estejam preparados para trechos molhados. “O condutor provavelmente vai encontrar chuva em algum ponto, então é preciso se prevenir conferindo os limpadores de para-brisa e reduzindo a velocidade”, destaca.


As orientações de segurança se estendem para além da direção sob chuva, como a revisão preventiva do veículo, verificação dos itens de segurança obrigatórios e uso do dispositivo de retenção adequado para crianças, como cadeirinhas, de acordo com a idade e o peso. Além disso, Ferreira aponta para a importância de fixar os pertences como malas e bolsas no interior do veículo ou no bagageiro para evitar acidentes.


 

FONTE: Assessoria