Corinthians se aproxima de R$ 100 milhões em vendas e espera mais
96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 19/06/2020

Corinthians se aproxima de R$ 100 milhões em vendas e espera mais

Pedrinho já foi vendido, e Gustagol pode seguir o mesmo caminho — Foto: Marcos Ribolli
Pedrinho já foi vendido, e Gustagol pode seguir o mesmo caminho — Foto: Marcos Ribolli

No orçamento para 2020, o Corinthians projetou receber R$ 66 milhões com vendas de jogadores. A marca foi atingida antes mesmo da metade do ano, mas o clube quer mais.
Depois de vender André Luis para o Daejeon Hana Citzen, da Coreia do Sul, a diretoria alvinegra quer seguir aproveitando a desvalorização do real perante outras moedas e está de olho em novos negócios. Um deles é o de Gustagol, atacante que está no Internacional, tem 30% dos direitos ligados ao Corinthians e interessa ao Jeonbuk Motors, também da Coreia.
 


Até o momento, o Corinthians acumula cerca de R$ 93,5 milhões com vendas de jogadores em 2020.
 
O valor é o dobro do que o clube arrecadou em 2019 (R$ 46 milhões) e corresponde às seguintes transferências:
 


Clayson: em janeiro, o Bahia pagou aproximadamente R$ 3 milhões ao Timão pelo atacante;
Júnior Urso: foi negociado ainda em dezembro de 2019 com o Orlando City, mas a venda só foi anunciada em janeiro, por cerca de R$ 3,5 milhões.
Pedrinho: meia foi vendido ao Benfica por 20 milhões de euros. Corinthians vai antecipar todo esse valor com um banco estrangeiro. Clube tem 70% dos direitos do jovem e deve ficar com aproximadamente R$ 80 milhões.
André Luis: fechou com o Daejeon Hana Citzen por 2,2 milhões de dólares, cerca de R$ 11 milhões na cotação do dia da venda. Timão tem direito a metade, R$ 5,5 milhões.
Claudinho: Timão também vendeu 50% dos direitos do atacante ao Bragantino. O valor não foi revelado, mas gira em torno de R$ 1,5 milhão.
 


Um dos cotados para deixar o Corinthians é o lateral-esquerdo Carlos Augusto. No começo do ano, ele teve proposta do Genoa, mas o Timão recusou. Com novas sondagens, o empresário dele voltou à Europa, onde discute o futuro do jogador.



O meia Mateus Vital, que recentemente fechou com um empresário italiano, é outro enxergado pela diretoria alvinegra com bom potencial de venda.



Recentemente, em entrevista ao GloboEsporte.com, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, falou sobre as oportunidades criadas pela valorização cambial:
– Meu entendimento é que o mercado comprador vai ser mais forte no Brasil esse ano. Europa, China, Arábia, pela força do câmbio, também voltarão mais fortes em cima dos jovens brasileiros – analisou.



Em outra entrevista, Duílio chegou a mencionar sondagens também pelo lateral Lucas Piton e pelo atacante Bruno Méndez.



Negociar atletas é uma das principais alternativas do Corinthians para amenizar a crise financeira vivida. O clube vem sendo alvo de diversas cobranças judiciais, está devendo dois meses de salário ao elenco e fechou 2019 com uma dívida de R$ 665 milhões.