96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 27/04/2022

Estudo revela que desenvolver regiões relacionadas à inteligência do cérebro pode melhorar a saúde mental

FOTO: Divulgação
FOTO: Divulgação

O lobo frontal do cérebro é o principal responsável pela inteligência. Um estudo realizado pelo neurocientista, PhD e biólogo Dr. Fabiano de Abreu Agrela, revelou que é necessário desenvolver essa região e colocar uma inteligência como determinante para melhorar a saúde mental. O artigo foi divulgado no livro 'Amedicina como elo entre a ciência e prática' da editora Atena.


Agrela explica que a dificuldade no processo é concebível o paciente sobre o problema e a prevenção, que são ainda a vontade de resolver o comportamento relacionado com a região da inteligência no cérebro, como o lobo frontal.


O lobo frontal é pela inteligência responsável pela inteligência, tendo como funções . Fabiano.


Quando o paciente sofre de algum transtorno, apresenta personalidade, borderline, anti-social, narcisista ou obsessivo-compulsivo, o lobo frontal uma diminuição volumétrica ou funcional.


Nosso cérebro foi projetado para o futuro, por isso sem pensarmos antes no que fazer. As Tomada de Decisões São Um Ato Rápido e Que Dependem Das Regiões Do Lobo Frontal Em Conjunto Com Outras Do Cérebro ”, explica o pesquisador.


Entre eles, os danos podem ocorrer com o lobo frontal, incluindo com uma linguagem ou linguagem, mau planejamento ou organização, com funcionamento de superior, como problemas de resolução de problemas e comportamento.


Para desenvolver esse lado do cérebro, o neurocientista indicou soluções possíveis, como o autorreconhecimento; ouvir mais e falar menos; nunca explodir antes de raciocinar, manipular os pensamentos, enfrentar o medo, mudar hábitos, ter contato com a natureza, interação humana, boa alimentação, praticar físico, bem dormir evitar o uso das redes sociais, neuroplasticidade cerebral através de mudanças de hábitos e mais leitura.


Se não consegue praticar os medicamentos os itens acima, se há dificuldades em se auto ajudar, é necessário a ajuda de um profissional antes, para que o problema solucionado de forma gradativa, sem o uso de quanto antes ”, orientou.

FONTE: MF Press Global