96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
1 mês atrás - 24/09/2021

Dorner e construtora entram em acordo e obras são retomadas no Alto da Glória

FOTO: Reprodução
FOTO: Reprodução


Após ser um dos assuntos mais comentados nos últimos dias, devido a manifestação dos moradores do bairro Alto da Glória, com a paralisação das obras do asfalto no bairro, a empesa responsável pelo serviço, retomou ontem à tarde as atividades da obra.


Porém, o retorno só foi possível depois dos representantes da empresa, se reunir com o prefeito, Roberto Dorner e o presidente da Câmara de Vereadores, Elbio Volkweis, que chegaram a um acordo perante o valor cobrado.


"Acertar isso aí da melhor maneira possível, claro, dentro dos limites que a prefeitura pode fazer. Nós não podemos pagar nada mais do que está nos documentos, eu não vou responder processo por causa de R$ 200 mil. Chegamos em um acordo e ele voltou com as máquinas pra lá. No meu ponto de vista, o problema já está solucionado", disse o prefeito, Roberto Dorner.


Conforme já havíamos noticiado, o Poder Executivo estava ciente dos aditivos no valor da obra realizada pela construtora, porém, sem realizar o pagamento, a empresa resolveu parar os serviços e retirar os maquinários no início da semana. Diante disso, os moradores em forma de manifestação se reuniram a noite em frente ao local para protestar e também participaram da sessão ordinária da Câmara de Vereadores.


Na casa de leis, o assunto também foi motivo para que todos os parlamentares usassem a tribuna, uns cobrando o poder executivo por solução e outros apoiando a posição de Dorner.


Agora a expectativa, com a volta da obra, é que tudo se resolva. Para os moradores é um alívio o retorno das obras e a garantia que agora saía a drenagem fluvial e o asfalto, conforme comenta a presidente do bairro, Vitória Dias.


"Graças a Deus. Porque o Alto da Glória, tem mais de 27 anos de história, a gente sabe que hoje o nosso bairro não será 100% asfaltado, esperamos que um dia isso seja realidade e saia das promessas. Agradecemos a todos, que apoia nós, porque já era a terceira vez que essa obra seria abandonada, então assim, era uma situação muito difícil para nós, aceitar pela terceira vez que a gente tinha sofrido transtornos e a obra não iria acontecer", contou. 


Antes o prazo para a conclusão da obra, era final de novembro, agora de acordo com a empresa eles afirmaram entregar ainda neste ano. 

FONTE: Lívia Kriukas / Redação Meridional Notícias