96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
2 semanas atrás - 09/09/2021

Após decisão judicial, manifesto é finalizado em Sinop e em outras cidades de Mato Grosso

FOTO: Renan Schuster / Redação Meridional Notícias
FOTO: Renan Schuster / Redação Meridional Notícias

Dez horas, esse foi o prazo estipulado, pelo juiz Federal Rodrigo Gasiglia de Souza para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) liberar os bloqueios nas rodovias de Mato Grosso.


"Comunique-se, com urgência e pela via mais célere disponível, à Superintendência da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso para o cumprimento da ordem acima em até 10 horas a contar da prolação desta decisão", consta na decisão emitida hoje.


Diante disso, a Superintendência da Polícia Federal, determinou aos agentes da PRF, o cumprimento da decisão.


O juiz ainda mencionou no documento, que da maneira que tem sido feito o bloqueio nas rodovias, ultrapassa o direito de livre manifestação, configurando abuso de direito a justificar a provocação e atuação judicial, já que impende o direito de ir e vir dos usuários da rodovia.


"Fica autorizada à Polícia Rodoviária Federal a utilização dos meios necessários, inclusive de força física, com razoabilidade, para que haja efetivamente a desobstrução das vias federais bloqueadas e a retirada de obstáculos e ofendículos alocados pelos manifestantes, devendo ser conduzidos à delegacia da Polícia Federal mais próxima todos aqueles que se opuserem ao cumprimento da medida judicial ora determinada, em razão de eventual prática de crime de desobediência, para os fins do art. 330, do Código Penal".


Em Sinop, no início desta tarde, o bloqueio foi interrompido, após a decisão judicial. Os agentes da PRF, foram até o local e permanecem até que todos os manifestantes se retirem. Por outro lado, cerca de 40 pessoas insistem em permanecer no km 821, nas proximidades do bairro Alto da Glória, alegando esperar um posicionamento de Brasília. 


De acordo com a concessionária que administra a rodovia, os bloqueios já foram interrompidos nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Matupá e Guarantã do Norte.


Mais informações em instantes...

FONTE: Lívia Kriukas / Redação Meridional Notícias