96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 27/04/2022

SINOP: Prefeitura promove dia “D” contra gripe e sarampo no sábado

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

A Secretaria de Saúde de Sinop abrirá, neste sábado (30), 16 pontos de atendimento para o dia “D” de vacinação contra gripe e sarampo, seguindo o calendário nacional das campanhas. A ação começará às 8h e seguirá até às 17h. Para receber a dose, a população que compõe o público-alvo deverá apresentar os documentos pessoais e o cartão de vacinação. Os atendimentos serão livre demanda.


Na campanha contra gripe, serão atendidos os seguintes grupos: crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias); trabalhadores da saúde dos serviços público e privado; gestantes e puérperas (todas as mulheres no período até 45 dias após o parto); professores do ensino básico e superior; povos indígenas; idosos com 60 anos ou mais; profissionais das forças de segurança e salvamento; profissionais das forças armadas; caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso e, pessoas com deficiência permanente.


Todos os profissionais que compõe o grupo prioritário, no ato da vacinação, devem comprovar vínculo de atividade, como cópias de holerites ou carteira de trabalho. No caso das puérperas, é importante apresentar a certidão de nascimento da criança ou o cartão da gestante.


Também fazem parte do público-alvo na campanha contra gripe as pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. Nestes casos, segundo o informe técnico do Ministério da Saúde, é importante apresentar algum comprovante que demonstre pertencer a algum dos grupos de risco (exames, receitas, relatório médico, prescrição médica, por exemplo).


A gripe é uma infecção viral aguda, provocada pelo vírus Influenza, e que afeta o sistema respiratório. O vírus se propaga facilmente, levando a casos leves, mas, também, a casos graves, que aumentam as taxas de hospitalização e que podem provocar, inclusive, a morte de pessoas mais vulneráveis à doença. Desde o início da campanha até o momento, segundo dados do LocalizaSUS, do Ministério da Saúde, pouco mais de 1,7 mil doses foram aplicadas no município, cujo público-alvo está estimado em 43,1 mil pessoas.


Já a campanha contra sarampo, que também é uma doença infecciosa, aguda, transmissível e que pode evoluir com complicações e óbito, o público a ser vacinado é formado por crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade e trabalhadores da saúde, totalizando 16,5 mil pessoas. Nesta campanha, até o momento, foram aplicadas 577 doses.  

FONTE: Assessoria