Cruzeiro deposita férias e salários de maio e volta a ficar em dia com jogadores e comissão técnica
96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
3 semanas atrás - 17/06/2020

Cruzeiro deposita férias e salários de maio e volta a ficar em dia com jogadores e comissão técnica

Elenco do Cruzeiro - 11/02/20 — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro
Elenco do Cruzeiro - 11/02/20 — Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O Cruzeiro está em dia com os jogadores e a comissão técnica. Nesta terça-feira, a diretoria do clube celeste acertou o pagamento referente às férias e ao salário do mês de maio (com o desconto de 25%, com amparo na Medida Provisória emitida pelo Governo Federal), únicas pendências que restavam em relação aos vencimentos do profissional.


A informação foi inicialmente divulgada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo GloboEsporte.com com membros do clube e com quatro atletas, que confirmaram o dinheiro em conta. Segundo apurou a reportagem, desde a quarta-feira passada, o valor estava liberado, mas questões burocráticas e bancárias impediram o depósito. A situação foi resolvida pelo clube, e o depósito realizado.


Um dos recursos que entrou no caixa cruzeirense recentemente foi o dinheiro da venda do zagueiro Edu, ao Athletico-PR, por cerca de R$ 3 milhões. A quantia, no entanto, não corresponde a uma folha salarial completa do atual elenco.



No fim do mês passado, antes mesmo da posse oficial, Sérgio Santos Rodrigues anunciou a quitação do salário de março do elenco profissional, com vencimento no quinto dia útil de abril. Naquele dia, o presidente também acertou pagamento aos funcionários do administrativo, das categorias de base e do feminino.


Os atrasos salariais têm sido recorrentes no clube desde o fim do primeiro semestre do ano passado. No início deste ano, com a redução da folha salarial de R$ 16 para R$ 3 milhões, a diretoria conseguiu manter os compromissos em dia até o início da pandemia do novo coronavírus.



Com a paralisação das competições no Brasil e a crise econômica que afetou o país em função da Covid-19, o Cruzeiro perdeu várias formas de receita, com a suspensão de patrocínios, a falta de bilheteria, perda de sócios e fechamento dos clubes sociais, entre outros aspectos.
 


Na tentativa de manter os compromissos sempre em dia daqui em diante, o Cruzeiro iniciou, na semana passada, os processos de rescisão com o lateral-direito Edilson e com o meia Robinho, que estavam entre os vencimentos mais altos do elenco. Para reduzir a folha, novas saídas não estão descartadas.



Em meio às saídas, novos atletas devem chegar ao elenco de Enderson Moreira. Dois laterais para a direita e um para a esquerda são as prioridades. A contratação de um atacante de velocidade também é buscada pela diretoria de futebol.