96,5 MUTUM
AO VIVO
COMPARTILHE
COM OS AMIGOS!
2 semanas atrás - 01/07/2024

Mato Grosso realiza duas captações de múltiplos órgãos no mesmo dia

Foto: Assessoria
Foto: Assessoria

A Central Estadual de Transplantes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) realizou, nesta sexta-feira (28.06), dois processos de captação de múltiplos órgãos em Sinop e Rondonópolis. Com a autorização das famílias dos doadores, oito pacientes de cinco estados terão chance de vida.


A primeira captação foi realizada no Hospital Regional de Sinop com o apoio de equipes do Distrito Federal. O procedimento possibilitou a doação de um fígado e dois rins, que irão beneficiar três pacientes.


A segunda captação foi realizada na Santa Casa de Rondonópolis com o apoio de equipes do Rio de Janeiro. A captação permitiu a doação de um fígado, dois rins e duas córneas, que irão beneficiar mais cinco pacientes. As córneas foram retiradas pela equipe do Banco de Olhos de Cuiabá. 


Os órgãos captados beneficiarão pacientes de Mato Grosso, Distrito Federal, Rio de Janeiro, Goiás e Pará.


A ação foi coordenada pelas equipes do Estado de Mato Grosso e a logística para a execução dos procedimentos teve apoio da Força Aérea Brasileira (FAB) e da Força Tática de Rondonópolis.


Para o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, o trabalho conjunto das equipes envolvidas foi fundamental na força-tarefa que permitiu que as duas captações ocorressem no mesmo dia.


"Parabenizo as equipes e profissionais que envidaram esforços para viabilizar duas captações praticamente simultâneas em Mato Grosso. Vemos a importância e a grandeza do Sistema Único de Saúde (SUS) desde o trabalho dos profissionais, que sensibilizam a família do potencial doador, até a conclusão do processo de doação. A SES investe na qualificação dos profissionais envolvidos na área do transplante, para que mais pessoas tenham a chance de sobreviver através de um gesto tão nobre", disse o gestor.


A SES investe na reestruturação da Central Estadual de Transplantes por meio da ampliação da equipe, implantação da comissão intra-hospitalar de doação de órgãos e tecidos para transplante e capacitação dos profissionais médicos dos hospitais públicos e privados. Essas ações visam ao aumento do número de captações de órgãos no estado.


A secretária adjunta de Regulação da SES, Fabiana Bardi, destacou a atuação dos profissionais de saúde na sensibilização sobre a importância da doação de órgãos e ressaltou que seis captações já foram realizadas em Mato Grosso no ano de 2024.


“Já mediamos seis grandes captações neste ano e trabalhamos muito para desmistificar o transplante no ambiente hospitalar. Entendemos a importância do diálogo neste processo e por isso estamos investindo na criação das Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes dentro dos hospitais públicos e privados de Mato Grosso. Essas comissões são responsáveis pela entrevista familiar e pelas orientações quanto ao processo de doação", afirmou Fabiana.


A coordenadora da Central Estadual de Transplante, Anita Ricarda da Silva, agradeceu as famílias doadoras e também os profissionais envolvidos.


"Nós agradecemos e parabenizamos o empenho de todos os envolvidos em mais esta grande operação para captar órgãos em Mato Grosso. Às famílias doadoras, nossos mais profundos sentimentos de gratidão e respeito. Por meio desse nobre gesto, outras pessoas terão nova condição de vida", finalizou.


Balanço


Em 2023, Mato Grosso realizou o total de sete captações de órgãos. As doações beneficiaram 17 pacientes de Mato Grosso, São Paulo, Pernambuco, do Acre, Paraná e Distrito Federal.


Nesse período, a Central Estadual de Transplante mediu a captação de 253 córneas para doação, desse total, 184 córneas foram captadas com apoio do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) da Pasta. O transplante proporcionou qualidade de vida a 219 pacientes do Estado que agora conseguem enxergar melhor.


Transplantes em Mato Grosso


Em Mato Grosso, são realizados os transplantes de córneas e tecidos. Os pacientes que precisam de transplante de outros órgãos são encaminhados pelo serviço de Tratamento Fora Domicílio para serem transplantados em outros Estados; os gastos com locomoção e a ajuda de custo para estadia e alimentação do paciente e acompanhante são pagos pela SES-MT.


O serviço de transplante de rim em Mato Grosso passa por uma reestruturação das unidades de referência. No momento, o Governo está em tratativas para retomar integralmente os serviços.

FONTE: Assessoria